True Blood 5×08: “Somebody That I Used To Know”

Os vampiros estão dominando True Blood novamente! Depois de ficaram meio renegados por conta da introdução de vários outros seres sobrenaturais nas temporadas passadas, os vampiros voltam ao centro da série e tornam a trama mais interessante. Afinal, foi por causa deles que começamos a assistir True Blood, certo? Seja o grupo sanguinista que pretende iniciar uma grande guerra contra os vampiros integralistas; seja a Pam servindo de mentora para uma Tara que finalmente começa a se tornar menos chata; ou ainda o vampiro misterioso que matou os pais da Sookie. Os principais arcos estão relacionados aos “chupa-sangue”, finalmente!

Depois que ficaram chapadões e viram a Lilith, o Time Autoridade foi dominado de vez pela ideologia sanguinista de Russell e seus seguidores, que querem acabar com essa convivência pacífica entre humanos e vampiros. Eric é o único que está consciente da loucura que isso tudo representa, graças à intervenção de seu mestre Godric. Já o Bill parece ter optado por mudar de lado e apoiar os Sanguinistas, dando a ideia de destruir as fábricas de Tru Blood para forçar os vampiros a se alimentarem de humanos novamente. É, parece que o “bromance”entre Bill e Eric chegou ao fim. Eles agora estão em lados opostos novamente. Resta saber qual lado sairá vitorioso dessa batalha que está prestes a começar.

Bill pode estar só fazendo joguinho pra, no momento certo, passar a rasteira em Russell. Mesmo assim, acho que um Evil Bill cairia bem agora. Ele precisa de uma “renovada”, pois tem se tornando cada vez mais “boring” durante as temporadas, não acham?

Com Bill e Eric ocupados com os ex-Autoridade-agora-sanguinistas e o Alcide de volta ao núcleo dos lobos, de onde nunca devia ter saído, Sookie está sem seus “machos-protetores” pela primeira vez. Claro que ela conta com o apoio do irmão Jason e do time das fadas, mas ainda assim não é um arco envolvendo conflitos amorosos! Estou curioso para ver como o arco envolvendo o vampiro assassino misterioso irá se desenvolver. Por uns minutos até imaginei que o tal vampiro fosse se revelar como sendo o Bill, mas sua “aparição” no final me fez afastar essa teoria. Seria esse o grande e verdadeiro vilão da 5ª temporada? Sim, porque o Russell voltou, mas tá muito contido pro meu gosto.

O plot vampírico mais “light” está por conta de Pam e Tara. A ex-pupila de Eric agora é uma mentora, e tem demonstrando saber muito bem como educar e recompensar seu filhotinho. Depois de quatro temporadas de muito sofrimento e choro, Tara começa a se divertir mais na pele de vampira, e até ganhou um brinde: a chance de se alimentar da “bitch” dos tempos de colégio que sempre praticou bullying contra ela. Deve admitir, se tornar vampira foi a segunda melhor coisa que poderia acontecer com a Tara — a melhor teria sido matá-la, claro.

Agora vamos falar um pouco sobre os “plots-enche-linguiça”…

Lafa voltou do seu passeio pronto pra virar macumbeiro e entrar no plot do Monstro de Fumaça que anda ameaçando o Terry e o Patrick. Durante a sessão espírita fake, o médium recebeu a visita da mulher que jogou a maldição nos ex-militares, e apresentou uma solução para esse “maravilhoso” plot: o Terry teria que matar ou Patrick, ou vice-versa. Por mim os dois dão um tiro na própria cabeça e pronto! Por mais que goste da Arlene, esses arcos são pura distração do que realmente importa na trama.

E até que o núcleo dos lobisomens não foi tão chatinho neste episódio. Alcide continua querendo bancar o lobo bonzinho, e quase paga com a vida por isso. Faltou pouco pro J.D. esmagar a cabeça dele com uma pedra. No fim das contas, Alcide perdeu a chance de se tornar o líder do bando. O prêmio de consolação foi a nova namoradinha loba que ela arranjou. Faça bom proveito, Alcide!

E o que foi o Sam quase se agarrando consigo mesmo (#momentoeumeamo)?! Luna se transformou no seu amado e isso nos proporcionou um Sam desmunhecando por aí. Foi divertido, mas ao mesmo tempo, não… Só espero que o plot do grupo de haters não tenha chegado ao fim com o desfecho do resgate da Jessica. Tem muitos metamorfos por aí para serem mortos, e ainda quero ver humanos e vampiros em guerra! Mas claro, o grupo de odiadores precisa de adeptos mais eficazes que os amigos babacas do Hoyt pro negócio ficar realmente interessante.

Com apenas quatro episódios sobrando, é bom que True Blood faça valer a pena a trama que vem desenvolvendo até agora. Senão, será mais uma decepção… Será que os Sanguinistas vão conseguir dominar o mundo? Será que o Eric irá conseguir detê-los? Será que o vampiro misterioso vai cumprir a ameaça que fez a Sookie? O jeito é acompanhar os próximos episódios pra ver — com dedos cruzados!

P.S.: Precisou o Jason explicar pra Sookie que seus poderes de fada seriam muito bem-vindos na investigação do assassinado de seus pais pra loira desistir de se tornar uma humana normal. Ê, e diziam que o Jason era o Stackhouse mais burrinho da família, né?!




Leave a comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: